Projeto Regula+Brasil agiliza e qualifica as consultas nos centros de saúde

Reduzir a fila e o tempo de espera, além de fortalecer e qualificar o atendimento na atenção básica são alguns dos objetivos do projeto Regula+Brasil. Desde fevereiro, o projeto foi expandido para os 152 centros de saúde de Belo Horizonte para as especialidades de reumatologia e neurologia adulto. Dessa forma, caso o usuário necessite desses encaminhamentos, os médicos generalistas e clínicos das unidades de saúde têm disponíveis teleconsultorias com os profissionais do Regula+Brasil, desenvolvido pelo Ministério da Saúde em parceria com o Hospital Sírio Libanês.

Em Belo Horizonte, o Regula+Brasil foi implantado em 2018, de forma piloto, em três regionais. Em outubro no Barreiro, com reumatologia adulto, e em dezembro na Pampulha e parte de Venda Nova, com a neurologia adulto. Em outubro de 2018, no Barreiro, 1.528 pessoas aguardavam por uma consulta com reumatologista. Atualmente, a fila está com 679 pacientes, uma redução de 55%.

No Centro de Saúde Mangueiras, depois do Regula+, foi possível zerar a espera pelo atendimento especializado. No início do projeto, havia 53 pacientes na fila aguardando pela consulta com um reumatologista. Logo que o Regula + foi implantado, foi realizada uma triagem administrativa. Os pacientes que ainda aguardavam o atendimento passaram por uma reavaliação dos médicos do centro de saúde Mangueiras. Os usuários que apresentavam necessidade de consulta especializada foram reencaminhados para a regulação e em uma semana tiveram seus horários agendados.

O chaveiro Adilson Cruz, que aguardava pela consulta com um reumatologista, passou por uma reavaliação em janeiro deste ano e em menos de 15 dias estava na sala do especialista. “Agora estou fazendo o acompanhamento com o médico, tomo medicamentos e mudei minha rotina. Foi uma espera que valeu a pena”, contou.

Regula+Brasil

No projeto Regula+Brasil, os teleconsultores avaliam os encaminhamentos para neurologia e reumatologia, com base em protocolos, e definem se o paciente será direcionado ou não para os ambulatórios especializados, de acordo com a pertinência dos critérios clínicos. As teleconsultas facilitam o acesso para os pacientes que realmente necessitam de avaliação médica dos especialistas, além de promover discussão e aprendizado, ampliando a atuação do profissional da Atenção Primária à Saúde.

“A expansão do Projeto Regula+Brasil favorecerá a melhoria da resolutividade da Atenção Primária de Belo Horizonte, o aumento do acesso aos especialistas, em tempo oportuno, para os casos mais complexos e o uso da Teleconsultoria como ferramenta de apoio à atenção básica”, explica o gerente da Rede Complementar da Secretaria Municipal de Saúde, André Luiz de Menezes.

Faça um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Horti Mix

Sicoob