Prefeitura garante mais 100 vagas em abrigos para população em situação de rua

Entre as ações de prevenção e proteção social no período da chuva, a Prefeitura de Belo Horizonte reforçou o atendimento do Serviço Especializado de Abordagem Social desde a última quinta-feira, dia 23. As equipes que atuam no setor nas nove regionais da cidade ampliaram o atendimento até a meia-noite.

As equipes dos três turnos foram empenhadas na mobilização e sensibilização da população em situação de rua quanto às principais áreas de risco e para o encaminhamento às unidades de acolhimento, que também ampliaram em 100 vagas a oferta para este período.

Foram criadas 20 vagas no Abrigo São Paulo, 60 no Albergue Tia Branca e 20 nas demais unidades (10 na República Reviver, 6 no Abrigo Anita e 4 na República Fábio Alves).

Na quinta-feira, primeiro dia de atuação da força-tarefa montada pela Prefeitura para prevenir acidentes e atender emergências decorrentes das fortes chuvas que atingiram a capital na sexta-feira e sábado, foram acolhidas 42 pessoas nas unidades de pernoite.

A Unidade de Acolhimento para Mulheres, no bairro Copacabana, que começou a funcionar no período chuvoso, tem a capacidade para acolher 50 mulheres e está à disposição das equipes, inclusive para acolhimento emergencial em função das chuvas. Oito mulheres foram recebidas desde o dia 24.

As unidades tiveram alimentação reforçada, chegando a oferecer 240 refeições a mais do que em períodos comuns, para atender a maior demanda, além de flexibilizar o horário de entrada nos dias chuvosos. A medida auxilia ainda na diminuição do descarte irregular de lixo pela cidade, o que contribui para o entupimento de bueiros e bocas-de-lobo, agravando a possibilidade de alagamentos.

Faça um comentário

Horti Mix

Sicoob