Prefeitura garante mais 100 vagas em abrigos para população em situação de rua

Prefeitura garante mais 100 vagas em abrigos para população em situação de rua

Entre as ações de prevenção e proteção social no período da chuva, a Prefeitura de Belo Horizonte reforçou o atendimento do Serviço Especializado de Abordagem Social desde a última quinta-feira, dia 23. As equipes que atuam no setor nas nove regionais da cidade ampliaram o atendimento até a meia-noite.

As equipes dos três turnos foram empenhadas na mobilização e sensibilização da população em situação de rua quanto às principais áreas de risco e para o encaminhamento às unidades de acolhimento, que também ampliaram em 100 vagas a oferta para este período.

Foram criadas 20 vagas no Abrigo São Paulo, 60 no Albergue Tia Branca e 20 nas demais unidades (10 na República Reviver, 6 no Abrigo Anita e 4 na República Fábio Alves).

Na quinta-feira, primeiro dia de atuação da força-tarefa montada pela Prefeitura para prevenir acidentes e atender emergências decorrentes das fortes chuvas que atingiram a capital na sexta-feira e sábado, foram acolhidas 42 pessoas nas unidades de pernoite.

A Unidade de Acolhimento para Mulheres, no bairro Copacabana, que começou a funcionar no período chuvoso, tem a capacidade para acolher 50 mulheres e está à disposição das equipes, inclusive para acolhimento emergencial em função das chuvas. Oito mulheres foram recebidas desde o dia 24.

As unidades tiveram alimentação reforçada, chegando a oferecer 240 refeições a mais do que em períodos comuns, para atender a maior demanda, além de flexibilizar o horário de entrada nos dias chuvosos. A medida auxilia ainda na diminuição do descarte irregular de lixo pela cidade, o que contribui para o entupimento de bueiros e bocas-de-lobo, agravando a possibilidade de alagamentos.

Faça um comentário

Pedro Franco

Jornalista. Diretor e Editor Chefe do Jornal Da Comunidade.