O Dia em que a Terra Voltou a Sorrir!

O Dia em que a Terra Voltou a Sorrir!

No mês em que se comemora o Dia Nacional da Economia Solidária (15/12), a escritora e jornalista Paula Emmanuella, o economista Marcos Antônio da Silva e o ilustrador Sergio Neres lançam o livro infantil “O Dia em que a Terra Voltou a Sorrir!”.

Os autores se inspiraram na obra “O Pequeno Príncipe”, de Saint-Exupéry, na música “Lindo Balão Azul”, de Guilherme Arantes e, é claro, em personagens que retratam a realidade social do mundo e que descobrem uma alternativa para mudar o seu entorno, por meio de trabalhos em cooperativas e na defesa do meio ambiente.
De maneira bem lúdica, as crianças e adultos poderão se encantar com o garoto Chico e com o Luli, um cachorrinho que veio de um planeta chamado Cooperação e que para chegar à Terra, pegou carona na cauda do cometa Solidariedade. Juntos, eles vão reforçar valores imprescindíveis na humanidade, como equidade, respeito ao ser humano e à natureza, além do espírito de coletividade.

A ideia de fazer um livro sobre economia solidária surgiu com Marcos Antônio da Silva, especialista no assunto, que sentia uma necessidade de falar sobre esse tema de maneira informal e que chegasse ao universo das crianças. “Tenho trabalhado, há quase uma década, com um programa de combate à extrema pobreza, que tem como princípio a economia solidária. É uma forma diferente de desenvolver nossa economia, compreendendo que cooperar é melhor que competir. E esse livro é sobre como podemos ensinar nossas crianças a enxergar a vida e o mundo, de uma maneira mais cooperativa”, explica Marcos.

“O Dia em que a Terra Voltou a Sorrir!” já é o oitavo livro da escritora Paula Emmanuella, que tem se dedicado à literatura infantil, sempre trazendo temas mais reflexivos e inclusivos, de forma a ajudar na formação de cidadãos mais conscientes. “Quando o Marcos me convidou a escrever um livro sobre economia solidária, eu disse sim, sem pestanejar, e, imediatamente, já comecei meus estudos e entrevistas com pessoas da área. É uma oportunidade de as crianças e adultos entenderem como funciona o abismo da desigualdade social, a importância da coletividade e como a economia solidária pode ser uma alternativa para que muitas famílias possam viver com dignidade”, conta Paula.
O livro contou com o apoio da FAN (Força Associativa Nacional) e a versão digital pode ser acessada e baixada gratuitamente no site www.livrolandia.art.br.

Faça um comentário

Pedro Franco

Jornalista. Diretor e Editor Chefe do Jornal Da Comunidade.