Dois totens terão “botão de pânico” para denúncia de foliões

Dois totens terão “botão de pânico” para denúncia de foliões

Belo Horizonte terá um reforço importante no sistema de videomonitoramento das praças, ruas e avenidas durante o carnaval de 2020. A Prodabel instalou mais câmeras de segurança em pontos movimentados durante os dias de folia. As câmeras foram cedidas por meio de convênio com a empresa chinesa Hikivision.

“Nós conseguimos essas câmeras de forma gratuita, a custo zero. Belo Horizonte será um piloto para a utilização destes equipamentos de ponta, que possuem a mais moderna tecnologia em monitoramento”, disse o presidente da Prodabel, Leandro Garcia.

Duas dessas câmeras vão ficar no alto de dois totens, onde os foliões vão poder apertar um “botão de pânico” e fazer denúncias, avisar sobre possíveis assaltos, ocorrências e falar sobre outros assuntos ligados à segurança pública. O interlocutor será visto, em tempo real, no Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte (COP), e terá resposta imediata de um agente.

“Essa será uma forma de a população se aproximar ainda mais da Guarda Municipal, já que o equipamento permitirá um diálogo direto entre o cidadão e os agentes. Será um canal importante para que os guardas cumpram de forma mais efetiva o papel de atuar preventivamente na segurança dos cidadãos, na defesa do patrimônio público e no combate à desordem urbana”, afirmou o secretário municipal de Segurança e Prevenção, Genilson Zeferino.

As câmeras instaladas nos totens já estão sendo testadas e vão ficar em frente à Igreja da Pampulha e na Praça da Savassi, dois locais onde há aglomeração de pessoas durante o Carnaval.

Outros dois equipamentos de videomonitoramento, também cedidos pela empresa chinesa, serão instalados na Praça Sete e na Praça da Estação – dois dos pontos mais movimentados nos dias de folia. Eles possuem 9 câmeras de monitoramento cada um, o que permite imagens em 360 graus, possibilitando um acompanhamento completo da movimentação ao redor.

“O uso de tecnologia é uma tendência inevitável, dá mais inteligência à segurança, mais efetividade às ações da Prefeitura de Belo Horizonte e aos órgãos envolvidos nos eventos. São equipamentos usados no mundo inteiro em lugares mais complexos e de maior movimento. É um passo muito importante da Prefeitura para garantir a segurança dos cidadãos”, afirmou o secretário municipal de Desenvolvimento, Cláudio Beato.

Faça um comentário

Pedro Franco

Jornalista. Diretor e Editor Chefe do Jornal Da Comunidade.