PBH apresenta solução que modernizará áreas Financeira e Administrativa

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, promoveu, na última semana, uma reunião com o corpo gerencial da administração sobre o projeto de Solução Integrada de Gestão. Na oportunidade, foram apresentados o escopo, os módulos e o plano de implantação dessa plataforma de software que integrará, em um único ambiente, os processos administrativos e financeiros do Município, promovendo grandes avanços no gerenciamento dessas áreas.

De acordo com o secretário municipal adjunto de Planejamento, Orçamento e Gestão e subsecretário de Modernização da Gestão, Jean Mattos, que coordena os trabalhos, o objetivo da solução é modernizar os processos atuais, eliminando ineficiências e retrabalhos produzidos por múltiplos sistemas, bem como gerar e obter informações gerenciais mais rápidas.

“É inegável a capacidade que soluções dessa natureza têm de aprimorar os processos de gestão das organizações, de modo a reduzir custos administrativos e suportar planejamentos orçamentários, financeiros e de compras, assim como fornecer informações confiáveis e integradas. Acredito que, por meio da Solução Integrada de Gestão, a Prefeitura dará relevante salto em sua capacidade de gestão, principalmente ao que se refere às chamadas “áreas-meio”, destaca Mattos.

Etapas concluídas

Nos últimos meses, a programação foi intensa, com reuniões de mapeamento e conversas com gestores responsáveis pelos múltiplos sistemas. A proposta foi aperfeiçoar os processos atuais, identificando o que precisa ser modificado e/ou inserido. “Uma construção feita em parceria com quem lida diariamente com cada etapa administrativa e financeira da Prefeitura, os gestores de frente. Ao todo temos dez gestores nas áreas de Convênios; Contratos;  Patrimônio; Contabilidade; Planejamento; Orçamento; Compras; Finanças; Suprimentos/Almoxarifado; e Portal da transparência”, explica a diretora de Projetos Corporativos da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, Milla Fernandes.

Para uma das gestoras de frente, Valéria Maria Monteiro Delgado, diretora da Central de Administração Financeira da Secretaria Municipal de Fazenda, a implantação do projeto proporcionará uma gestão mais eficiente, transparente e responsável, trazendo benefícios para os gestores, usuários do sistema e cidadãos.

“A integração das informações em uma base única permitirá uma visão gerencial estratégica, mais clara e objetiva, conferindo maior agilidade e confiabilidade das informações, melhor controle dos processos, otimização da gestão financeira e mais segurança na tomada de decisão.  No âmbito dos usuários do sistema, a implantação do sistema integrado permitirá a racionalização e redução do trabalho manual. Do ponto de vista dos cidadãos, a integração irá gerar maior transparência, economia de recursos e maior eficiência dos serviços ofertados pelo Município de Belo Horizonte”, pontua a diretora.

Próximos passos

Deste mês até dezembro de 2020, a Prefeitura, juntamente com a empresa responsável pelo sistema, trabalhará no processo de implantação da solução. Ao longo de 2020, promoverá treinamentos dos servidores para utilização dos procedimentos definidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *